Onde adotar cachorro em BH: veja 5 ONGs de adoção de cães

Quer saber onde adotar cachorro em BH? Saiba que a capital mineira possui inúmeras ONGs e uma série de protetores individuais independentes, os quais resgatam animais da rua ou de maus tratos todos os dias. Conheça abaixo locais especializados em animais de raça e projeto que lidam com cãezinhos idosos ou deficientes. Vem ver!

Onde adotar cachorro em BH?

  • Buri Dogs;

  • Dog Anjos Cat;

  • Cão Viver;

  • Rock Bicho;

  • O Lobo Alfa.

Antes da pandemia de Covid-19, no último censo realizado pela Prefeitura de BH, a cidade já contava com 30 mil animais em situação de abandono. Durante o período de isolamento social, esse problema se agravou ainda mais. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, somente em 2020, mais de 1600 cães e 1200 gatos foram recolhidos das ruas pelo Centro de Zoonoses. 

Aliás, Belo Horizonte não possui abrigos públicos para animais domésticos abandonados. O atual Centro de Zoonoses trabalha com o resgate e esterilização de animais em situação de rua. Após a castração, os cães e gatos são direcionados às ruas novamente.

É aí que entra o incrível trabalho das ONGs de proteção animal e grupos de protetores independentes. Esses projetos, muitas vezes, são formados por voluntários que cedem suas casas, tempo e dinheiro para resgatar, tratar e oferecer abrigo temporário para os peludos. 

Por isso, se você quer encontrar lugares onde adotar cachorro em BH, vai gostar de saber que separamos uma série de projetos que resgatam cães e gatos, oferecem tratamento e disponibilizam os animais para adoção com a carteira de vacina em dia, vermifugados e, muitas vezes, até castrados. Vem conhecer cada projeto da lista acima com mais detalhes! 

Buri Dogs

O Buri Dogs é um projeto formado por protetores independentes de animais. O grupo surgiu no bairro Buritis, quando uma moradora passou a incentivar que seus vizinhos levassem um pouco de ração na bolsa para doar aos pets em situação de rua. 

Vários simpatizaram com a ideia, o que fez surgir um grupo de voluntários que passariam a realizar resgates, campanhas para custear tratamentos e feiras de adoção animal. Hoje, o Buri Dogs já conta com mais de 50 membros, os quais ajudam como podem com as necessidades do grupo.

Todos os pets colocados para adoção pelo Buri Dogs já passaram por atendimento veterinário, receberam vacinas e remédios de verme. Alguns até mesmo são castrados. Atualmente, os cães em busca de um lar são divulgados na página de Instagram do projeto. 

Além disso, também é possível topar com esse grupo em feirinhas organizadas dentro do bairro Buritis. Elas acontecem dentro do campus do UniBH ou são realizadas na famosa pista de cooper do Buritis, durante o evento municipal “Domingo a rua é nossa”. Veja os endereços:

Feira de Adoção do Buri Dogs no UniBH: Av. Professor Mário Werneck, 1685 - Buritis.

Feira de Adoção do Buri Dogs no “Domingo a rua é nossa”: Rua Henrique Badaró Portugal (pista de cooper).

Dog Anjos Cat


O trabalho da Dog Anjos Cat (DAC) é um pouquinho diferente do comum. O projeto também nasceu no bairro Buritis, também atua para amenizar o abandono animal e também realiza feirinhas de adoção de cachorro em BH, contudo, o DAC lida diretamente com cãezinhos de raça. 

A ideia partiu da moradora Denisa, quando ela percebeu que havia um aumento de cães de raça sendo abandonados nas ruas durante a pandemia. Por serem mais frágeis do que os vira latas, esses animaizinhos eram encontrados mortos ou com doenças muito graves. Contudo, a DAC também resgata e organiza feiras de adoção com animais sem raça.

O Dog Anjos Cat não é uma ONG, se trata somente de um grupo de voluntários que doam parte de seu tempo para divulgar animais abandonados, resgatar animais feridos e realizar feiras de adoção. Por isso, não contam com lares temporários.

Se você tiver em busca de um pet para adotar, basta ficar de olho no Instagram do DAC, ou participar das feiras que acontecem no último domingo do mês, no estacionamento da loja Leroy Merlin. Nessas feiras, o projeto também arrecada rações, roupas e remédios veterinários. Veja abaixo o endereço:

Feira de adoção da Dog Anjos Cat: Estacionamento da Leroy Merlin Contagem (Av. Babita Camargos, 1920 - Cidade Industrial)

Cão Viver


A Cão Viver é uma das maiores ONGs de proteção animal de Belo Horizonte. O espaço foi inaugurado em 2003 e, desde então, funciona como um abrigo para animais abandonados ou que precisam de resgate. Apesar do grande porte e dos grandes feitos, o projeto não recebe ajuda financeira do poder público, por isso, é mantido por doações e pelo fundador e mantenedor Vicente Martins da Cruz.

O espaço da Cão Viver é um verdadeiro oásis para os cães e gatos que ficam sob tutela do projeto. Por lá tem pátio, enfermaria, playdog, “gatil”, consultório e bloco cirúrgico. Além disso, o Cão Viver mantém profissionais especializados para tratar os bichinhos.

Atualmente, existem mais de 40 cãezinhos para adoção. Dentre eles, cachorros de pequeno, médio e grande, de todas as idades. Vale lembrar que todos os bichinhos são disponibilizados após ser castrado, vacinado e vermifugado.

Veja algumas exigências que o Cão Viver exige dos potenciais adotantes:

  • Ser maior de 21 anos ou estar acompanhado pelos responsáveis;

  • Identidade e CPF (xerox e original);

  • Último comprovante de residência;

  • Contribuição de R$50,00 (vacina);

  • Fazer entrevista de adoção.

Por ter sede própria, o Cão Viver está sempre recebendo visitas de potenciais adotantes. Basta entrar em contato pelo Instagram para agendar sua visita. Porém, através das redes sociais do projeto é possível acompanhar as feirinhas que o Cão Viver realiza em parceria com lojas de pet shop por Belo Horizonte.

Endereço da Cão Viver: Rua 1º de maio, nº 165, bairro Braúnas – CEP: 32.186-429  – Contagem/MG

Rock Bicho

A Rock Bicho é uma ONG de proteção animal que não conta com abrigo e nem com apoio financeiro do poder público. Os animais resgatados, tratados e disponibilizados para adoção são mantidos em lares temporários pagos. Por isso, o projeto consegue se manter por meio de doações e apadrinhamento. 

Hoje existem 12 cães e gatos sob a tutela do Rock Bicho. A maior parte desse grupo é formado por cachorrinhos idosos, deficientes ou em tratamento de saúde. Mas o projeto mantém um site com dezenas de animaizinhos abandonados à espera de adoção, basta acessar o site, conferir as fotos e manifestar seu interesse. 

Por não ter sede própria e não realizar feirinhas de adoção, todos os animais que estão em busca de um lar podem ser conferidos por meio das redes sociais ou o próprio site da Rock Bicho.

Ah! Se além de adotar um aumigo, você ainda quiser apadrinhar financeiramente um cãozinho que está sob a tutela do Rock Bicho, saiba que é possível fazer contribuições mensais, cujos valores variam de R$15 a R$100.

O Lobo Alfa

O Lobo Alfa é um projeto de divulgação! Eles não mantêm abrigos, nem lares temporários e também não fazem resgate de animais. Ao invés disso, eles utilizam as redes sociais para formar correntes do bem e de apoio aos protetores independentes de animais, ONGs e Associações que precisam de ajuda. Além disso, também divulgam animaizinhos perdidos ou que estão em busca de uma família para chamar de sua.

Todo esse trabalho de apoio e divulgação é realizado dentro do site do Lobo Alfa e do Instagram do projeto. Nesses locais, eles também divulgam o endereço de feirinhas de adoção animal que ocorrem em Minas Gerais e em outras 9 regiões do Brasil. Vale a pena ficar de olho!


Gostou de conhecer esses 5 lugares onde adotar cachorro em BH? Acabamos de te mostrar que vale à pena conhecer e contribuir com voluntário nesses espaços, os bichinhos agradecem. Esperamos que até aqui você tenha ficado com ainda mais vontade de adotar seu mais novo melhor amigo e, quem sabe, começar a participar dos projetos. Ah! Que tal conhecer mais a fundo a história do Buri Dogs, o projeto de resgate animal que surgiu no Buritis? Boa leitura!