Bazar online BH: 5 plataformas para vender seus desapegos

Se você quer encontrar um bazar online em BH, saiba que existem opções para se conhecer nas mais diversas ferramentas da internet. Por aqui você vai encontrar lojas físicas apostando no Instagram, moradores criando grupos no WhatsApp, comunidades de desapego dentro do Facebook e, até mesmo, sites grandes de desapego. Vem conhecer cada um deles!


Bazar online em BH: conheça 5 opções  

  • Grupo Desapega e Leva Buritis;

  • Bazar do desapego Buritis;

  • Bazar do Desapego (BH e região);

  • Enjoei;

  • Bazar da São.


Comprar, vender, trocar ou garimpar? Seja lá qual for o seu objetivo, os bazares online em BH, listados acima, podem te ajudar. Todos eles têm como máxima o consumo consciente. Afinal, os debates sobre fastfashion (moda de rápida atualização, mas baixa qualidade das peças) e upcycle (reaproveitamento de materiais) têm mostrado que a vida útil de um produto não acaba quando ele perde a utilidade para você!


De acordo com a pesquisa Panorama de Resíduos Sólidos, cada brasileiro produz, em média, quase 400 kg de lixo todos os anos. Por esse motivo, os bazares e brechós têm tido um papel muito importante para quem acredita que um simples conserto ou customização pode transformar uma peça antiga em nova e, assim, poupá-la de se tornar lixo.


Além disso, essa é a era das comprinhas online e dos grandes marketplaces. E por que não do bazar online? Sair de casa para comprar ou vender não é mais a única opção. A tecnologia veio para facilitar o encontro de quem precisa vender ou doar peças que não lhe servem mais e pessoas que estão em busca de achados que ainda têm muito a agregar e, o melhor, por um preço mais baixo.

Grupos de desapego WhatsApp BH

Os grupos de WhatsApp são os queridinhos de muita gente, já que a ferramenta permite com que pessoas de diferentes locais possam interagir entre si de uma maneira extremamente rápida. 


Por isso, separamos aqui dois grupos de desapego criado por moradoras do bairro Buritis e que incentivam o comércio e a troca de produtos usados. Por lá, é possível encontrar um pouquinho de tudo: eletrodomésticos, roupas, móveis, acessórios e artigos de decoração.

Desapega e Leva Buritis

Troca e venda de produtos entre vizinhos! Esse foi o principal objetivo do Desapega e Leva Buritis. O grupo surgiu em 2018, no WhatsApp, quando a moradora Thais Almeida decidiu que essa ferramenta poderia ser perfeita para reunir vizinhos que precisassem desapegar de objetos pessoais de forma prática. 


A ideia deu tão certo que logo o grupo se expandiu e passou a contar também com moradores de outros bairros de BH. Hoje, o Desapega e Leva possui cerca de 160 integrantes. Isso faz com que todo dia tenham novidades! Brinquedos infantis, aparelhos eletrônicos, móveis, roupas e sapatos são alguns dos anúncios mais frequentes.


Uma das principais vantagens do Desapega e Leva é sua organização. A organizadora do grupo deixa muito claro qual o propósito, além do que é ou não permitido dentro do espaço. Veja como funciona a dinâmica:

  • Todo anúncio deve vir acompanhado de imagem, tamanho, preço e local da retirada;

  • O grupo é apenas para divulgação, portanto, as negociações devem ser feitas no privado;

  • Links e indicações não são permitidos.


Como participar do Desapega e Leva Buritis: mande uma mensagem no direct do Instagram da organizadora @al_thais.

Bazar do Desapego Buritis

Esse é mais um exemplo de como a comunidade do bairro Buritis não perde uma oportunidade para praticar o consumo consciente! O grupo foi criado em 2021 e em pouco tempo já conseguiu acumular mais de 130 participantes. A maioria dos integrantes mora no bairro Buritis, mas pessoas de outras regiões de BH, próximas ao bairro Buritis, também são bem-vindas. 


Como o nome já diz, o Bazar do Desapego incentiva todo tipo de negócio envolvendo artigos usados. Por lá, é comum encontrar celulares, artigos de decoração, calçados, roupas de todos os tamanhos e idades e acessórios.


Como todo grupo, o Bazar do Desapego Buritis também possui regras. Confira abaixo:

  • Não são aceitas postagens solicitando doação;

  • Links não são bem-vindos;

  • Postagens de prestação de serviços, em qualquer área, não são permitidas.

Brechó online BH

Essa dica vai aos que preferem ter um alcance maior com a publicação de seus desapegos e, além disso, estão dispostos a fazer entregas de produtos pelos correios ou em bairros mais distantes de casa! Bazares online organizados dentro do Facebook, instagram ou sites são ótimas alternativas.


Abaixo vamos te apresentar três opções de bazar online em BH, organizados dentro de plataformas online que possuem um ótimo alcance de pessoas. Veja!

Bazar da São

Não seria possível falar sobre bazar online em BH e deixar o Instagram de fora, né! Por isso, vamos te apresentar o Bazar da São. O espaço não existe de maneira física, por isso, a única possibilidade de fechar negócio com eles é por meio da rede social.


Mas o grande diferencial do Bazar da São fica por conta de seu propósito beneficente. Funciona assim: a loja aceita doações de roupas, acessórios e objetos de decoração em bom estado. Todo esse material é divulgado e vendido pelo bazar. No final de todo mês, a renda arrecadada com a venda das peças é utilizada para compra de cestas básicas, as quais são distribuídas para famílias carentes de BH.


No Bazar da São também é possível encontrar de tudo um pouco, mas os destaques ficam por conta das peças de roupa femininas e masculinas, acessórios, artigos infantis e eletrodomésticos usados. Tem realmente de tudo!


As entregas podem ser feitas em mãos, com ponto de encontro na Estação Vilarinho, ou realizadas por meio do Uber Entregas. Nessa última modalidade, o cliente paga pelo valor do frete. Ah! Caso você queira ajudar doando alguma peça, mande uma mensagem no direct do Bazar da São, pelo Instagram

Enjoei

O Enjoei é um dos marketplaces mais famosos do Brasil quando o assunto é bazar online. Na prática, você pode encontrar anúncios de peças usadas postadas por pessoas de todo o país. Mas existe um modo de filtrar os anúncios, de modo que apareçam apenas produtos que estão sendo vendidos por pessoas que moram na mesma cidade que você. 


No site do Enjoei, você pode tanto postar peças usadas, como também pode comprá-las de outros vendedores. Quando acessar o site pela primeira vez, terá a impressão de que está entrando em uma loja online como outra qualquer, já que ela conta com precificação, tags que indicam se o produto está com preço reduzido e outras várias facilidades.


Vale lembrar que o Enjoei cobra uma taxa por intermediar a venda dos produtos, mas apenas o vendedor deve arcar com esse custo. Em troca, o marketplace possibilita que as pessoas realizem pagamentos pelo próprio aplicativo. Ótimo para não cair em golpes!

Bazar do Desapego BH e Região

Para fechar nossa lista, os famosos grupos de compra e venda do Facebook não poderiam faltar. Aqui, nós destacamos o Bazar do Desapego BH e Região. O espaço foi criado em 2015 e hoje já contabiliza cerca de 99 mil participantes. O grupo é privado, portanto, novos membros precisam de aprovação do administrador para serem aceitos.


Se tratando de grupos no Facebook, uma boa administração é essencial para que a organização do espaço seja mantida. A boa notícia é que o Bazar do Desapego BH e Região, apesar de contar com um número alto de integrantes, possui um acompanhamento constante do administrador. O resultado disso é a proibição de postagens de cunho violento ou produtos ilícitos, além da expulsão de membros que perturbam a ordem do grupo.


O grupo conta com anúncios de artigos usados de todos os tipos, como veículos, brinquedos, roupas, eletrodomésticos e até mesmo serviços. Por dia, são realizadas ao menos 100 novas postagens no grupo. Sempre tem novidade!


O que achou das opções de bazar online em BH listadas acima? A essa altura, você já deve ter se identificado com a proposta de pelo menos um desses grupos ou páginas, certo? Agora basta separar os desapegos, ou ir em busca de um novo produto para chamar de seu. Ah! Que tal aproveitar que está navegando por nosso blog para conhecer outras dicas sobre Belo Horizonte? Boa leitura!