Vacinação contra covid em BH: entenda tudo sobre a campanha!

A tão esperada vacinação contra Covid em BH começou no dia 19 de janeiro de 2021. Período em que a cidade registrava cerca de 78 mil pessoas infectadas pelo vírus e havia ocupação de 84,3% dos leitos de UTI da cidade, de acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Belo Horizonte.

A princípio, foram destinadas ao município 135 mil doses de vacina. O que fez ser necessário que houvesse uma racionalização da imunização, de acordo com a idade e nível de exposição das pessoas. Nos meses seguintes, foram chegando mais e mais doses e o público alvo começou a ser ampliado. 

Porém, surgem algumas questões: “Quando vai chegar a minha vez de vacinar?”, “Quais são os locais de vacinação?”, “Como funciona a ordem de prioridade?”. É nesse momento que as dúvidas tornam-se inevitáveis! Por isso, nós preparamos um guia sobre a vacinação contra Covid em Belo Horizonte. Aqui você vai sanar suas dúvidas de uma vez por todas e, além disso, vai poder consultar sempre que precisar. Vem com a gente!

Quem pode vacinar em BH?

As doses de vacina que chegam até BH são transferidas pelo Governo de Minas. Até então, não chegou à cidade uma quantidade de doses suficientes para vacinar toda a população do município. Contudo, à medida que os lotes de imunizantes chegam à cidade, a Prefeitura amplia a vacinação para os grupos prioritários da saúde e aos idosos. 

Vacinação de Idosos em BH

Por fazerem parte do grupo de risco e normalmente portarem doenças crônicas, os idosos foram colocados como prioridade no atual sistema de distribuição das doses de vacina contra coronavírus, ficando apenas atrás dos idosos e pessoas com deficiência que vivem em casas de apoio. 

Vacinação de pessoas com comorbidades, grávidas e puérperas

Após ampliar a vacinação ao público de 60 anos de idade, a Prefeitura de Belo Horizonte vai dar sequência ao Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNOV). Dessa vez, o foco será vacinar pessoas de 18 a 59 anos de idade, que tenham comorbidades, sejam gestantes ou puérperas. 

Ainda não há uma data prevista para o começo da vacinação desse público alvo, pois a Prefeitura aguarda a chegada de um novo lote de vacinas para conseguir ampliar o calendário de imunização. 

Contudo, a Prefeitura já divulgou que a vacinação de pessoas com comorbidades, grávidas e puérperas só será feita mediante cadastro no Portal da PBH. A primeira fase de cadastro foi realizada em 4 dias, de 30 de abril a 3 de maio. Aquelas pessoas que não conseguiram se cadastrar nesse primeiro momento, devem aguardar a abertura da segunda fase de inscrições. Essa só será aberta quando a Prefeitura receber um novo lote de imunizantes. Acompanhe o cronograma de vacinação para se atentar aos novos prazos de vacinação e cadastro do público alvo.  

Além de se cadastrar, as pessoas a serem imunizadas devem apresentar obrigatoriamente documentos que comprovem a comorbidade, como exames, receitas, relatório médico e/ou prescrição médica. Além disso, é importante que levem consigo um comprovante de cadastramento efetuado, de forma impressa ou digital.

Pessoas com deficiência permanente, já cadastradas no Benefício de Prestação Continuada (BPC) estão isentas de realizar cadastro. 

Quando aberto, o calendário de vacinação de pessoas com comorbidades, grávidas e puérperas será realizado em duas etapas. Veja quem terá prioridade em se vacinar na primeira e segunda fase:


Fase I

  • Pessoas com Síndrome de Down, de 18 a 59 anos;

  • Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise), de 18 a 59 anos; 

  • Gestantes e puérperas com comorbidades, de 18 a 59 anos; 

  • Pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos;

  • Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), de 55 a 59 anos.


Fase II

Já a segunda fase de vacinação desse público alvo será dividida por faixa etária, da seguinte forma: primeiro pessoas de 54 a 50 anos, depois pessoas de 49 a 45 anos, em seguida 44 a 40 anos, logo depois 39 a 30 anos e, por fim, pessoas de 29 a 18 anos. Veja quem será vacinado nessa fase:


  • Pessoas com comorbidades;

  • Pessoas com deficiência permanente beneficiárias do programa Benefício de Prestação Continuada (BPC);

  • Gestantes e puérperas independentemente de condições pré-existentes. 

Tem dúvida se você faz parte do grupo de pessoas com comorbidades? A Prefeitura de Belo Horizonte divulgou uma lista com todas as condições de saúde. Ela pode ser conferida no Portal da Prefeitura ou diretamente pela tabela com o nome das comorbidades. 

Profissionais e moradores de casas de longa permanência

Outros dos grupos considerados como público alvo dessa campanha de vacinação são os moradores e profissionais que trabalham em asilos e residências inclusivas e terapêuticas. 

Além de incluir idosos e pessoas mais vulneráveis, esse grupo se torna prioritário porque tais residências possuem muitas áreas comuns, como salas de televisão e leitura, e quartos compartilhados, o que acaba aumentando o grau de transmissão do coronavírus entre os internos. 

Além disso, essas casas de convivência necessitam do amparo de profissionais que se expõem a espaços públicos, como ônibus e metrôs. Dessa forma, essas pessoas podem se contaminar e levar o vírus para dentro dos asilos e residências. 

Trabalhadores da saúde 

Esse grupo compreende os funcionários de hospitais, centros de saúde, clínicas, ambulatórios, IML e demais espaços considerados como essenciais para o não colapso do sistema de saúde. 

O Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNOV) considerou como profissionais da saúde os trabalhadores de cemitérios, portanto, eles também estão inclusos na lista de pessoas enquadradas como funcionários dessa área. Confira a lista de profissionais e suas respectivas categorias:


Assistencial 

  • Acadêmicos e estudantes que façam estágio em unidade de saúde

  • Médicos, paramédicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem

  • Nutricionistas

  • Terapeutas Ocupacionais, Psicólogo

  • Agentes de Saúde

  • Biólogo, Biomédico, Bioquímico

  • Odontólogo

  • Profissional da vigilância em saúde

  • Maqueiro/gesseiro

  • Coveiro

  • Doula

Apoio

  • Auxiliar/técnico de manutenção

  • Auxiliar de serviços gerais

  • Camareiro/funcionário de rouparia, Cozinheiro e auxiliares e Funcionário de lavanderia

  • Limpeza e manutenção predial, Pintor/eletricista/bombeiro hidráulico

  • Motorista

  • Recepcionista

  • Segurança/porteiro

Administrativo

  • Pessoal administrativo (ex: analista, técnico, auxiliar das áreas de TI, comunicação, jurídico, compras, financeiro e outros),

  • Diretor/presidente/gerente/coordenador

  • Encarregado/supervisor de limpeza.

Veja a lista completa no site da Prefeitura de Belo Horizonte.

Quais são as vacinas aprovadas pela Anvisa?

O Brasil conta com cinco vacinas aprovadas pela Anvisa. Contudo, apenas duas delas estão sendo distribuídas em Belo Horizonte: a Coronavac e AstraZeneca. Totalizando hoje, cerca de 721.920 doses. A primeira foi uma iniciativa entre a farmacêutica Sinovac e o Instituto Butantan, já a segunda foi resultado de uma parceria entre a Universidade Oxford e a Fiocruz. Dentre essas 721.920 doses, cerca de 85,9% correspondem aos imunizantes da Coronavac. 

A eficácia de ambas as vacinas depende da aplicação da primeira e segunda doses. De acordo com o Instituto Butantan, o indicado é que haja um intervalo de uma a duas semanas entre as aplicações. As vacinas foram destinadas aos postos de distribuição da cidade. E, de lá, são disponibilizadas de acordo com o cronograma divulgado diariamente pelo site da Prefeitura de Belo Horizonte.

Cronograma de vacinação em BH 

O cronograma de vacinação em BH segue a quantidade de doses de vacinas dos lotes entregues pelo governo do Estado de Minas Gerais. Por isso, alguns critérios hierárquicos foram estabelecidos para organizar a distribuição das vacinas. 

Depois dos profissionais envolvidos na distribuição das vacinas e os habitantes de casas de casas de convivência se imunizarem, o cronograma passou a priorizar os idosos de 89 anos ou mais e povos quilombolas. Enquanto há estoque disponível, a cada semana a vacinação é ampliada para uma nova faixa etária, sendo que os sábados normalmente são reservados para a aplicação das segundas doses.

De acordo com as recomendações da PNOV, depois de vacinar os idosos, o cronograma prevê a imunização de pessoas com comorbidades. Confira quais são elas:

  • Diabetes mellitus

  • Hipertensão arterial estágio 3 (pressão arterial maior que 180 por 110) 

  • Hipertensão arterial estágios 1* e 2** com lesão em órgão-alvo, como coração e/ou comorbidades.

  • Hipertensão resistente

  • Doença pulmonar obstrutiva crônica

  • Insuficiência renal 

  • Doenças cardiovasculares e cerebrovasculares

  • Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea

  • Indivíduos imunossuprimidos

  • Anemia falciforme

  • Obesidade grau 3 (Índice de Massa Corporal ≥40)

  • Síndrome de Down

Vacinação drive-thru em BH

Além dos 152 centros de saúde dentro da capital mineira, os moradores ainda podem contar com quatro postos de vacinação drive-thru em BH. A decisão de criá-los se deu por conta da grande concentração de pessoas nos postos de saúde convencionais, o que acabou gerando filas, por vezes, quilométricas. Além disso, a implantação desses postos extra de imunização têm como objetivo acelerar a vacinação do público alvo da campanha. 

Eles foram distribuídos em quatro regionais de Belo Horizonte, veja qual posto drive-thru fica mais próximo de você:


  • BH TRANS - COP - (Regional Oeste): Av. Engenheiro Carlos Goulart, 900 - bairro Buritis

  • UFMG - Unidade Administrativa 2 - DAST, Portaria 2 - (Regional Pampulha): Av. Antônio Abrahão Caram, 763 - bairro São José

  • Corpo de Bombeiros (Regional Centro-Sul): Rua Piauí, 1815 - bairro Funcionários

  • Boulevard Shopping (Regional Centro-Sul): Entrada pelo estacionamento da Rua Prof. Otaviano Almeida - Bairro Santa Efigênia

 

Esperamos ter ajudado com suas dúvidas sobre a vacinação contra covid em BH! Aproveite e confira também o nosso cronograma de vacinação em BH!